Finaleira da semana

Sexta feira – Caixinhas acorda ao meio dia e se dirige para a Melies. Apenas duas horinhas de busão e lá está o inexperiente e humilde estudante para mais uma engrandecedora  lição. Antes disso, para matar um tempo, ele resolve desenhar uma segunda cena para a animação do vaso. Os keyframes foram desenhados e posicionados um em cada folha, mas não houve tempo de interpolá-los (lalolalala fuck!). A cena consiste no  já citado personagem se contorcendo de dor no chão e depois vomitando.

A aula do dia é ministrada por uma japonesinha bem pequenininha possivelmente chamada Zuê (sei lá, ela falava baixo, desisti de perguntar pela terceira vez). Seus traços definidos e seguros já demonstravam que ela não faria feio em substituir por aquela noite o clone do Felipson.  O primeiro exercício  foi copiar o velho cânone do personagem  genérico de 8 cabeças de altura. Até aí nenhum mistério, só me enrolei um pouco com o lápis dermatográfico. Achei difícil de usa-lo, parece um lápis de cor com uma textura amanteigada, aquela mesma que todo mundo que ja fumou um o.b. conhece. Desisti do tal do fancy lápis e optei pelo 9b.

O outro exercício foi desenhar pessoas tendo fotos como base. O tempo para cada desenho era meio reduzido, isso já servindo de treino para a aula de sábado com modelo vivo.


Foram vários desenhos desse tipo, fiquei com preguiça de fotografar todos. No intervalo troquei idéia com um argentino que desenha pra caralho, na boa,  o sketchbook dele dava inveja de olhar (mas inveja da boa, aquela que só te da vontade de cuspir no desenho alheio).

Como era sexta-feira a galera resolveu sair dali e ir tomar uma gelada. Desceu que nem água, fazia 5 dia que eu não bebia, quem conhecia minha vida em Floripa concordará que isso é um recorde. De um bar para outro, para um rolê na rua de madrugada, para uma balada de psytrance. O Romelas desistiu de ir e eu entrei com uns desconhecidos que tb cursam Melies.  O lugar era meio chato, som repetitivo, socado de patricinhas fritas que me olhavam como se eu tivesse pisado num cocô de cachorro. Confesso que to ficando velho pra baladinhas, já desisti de causar boa primeira impressão em 5 min, já me conformei em ser ruim nisso. O tempo não passava, consegui meia  Bicicreta com um  cadeirante doidão (por 10 pila) consumi e fui pra aula de sábado (que naturalidade, não?). Saí andando pela rua perdidaço, perguntando o caminho em cada quadra e dando bom dia para todo mundo. Uma hora depois,  encontrei o caminho (depois descobri que a balada ficava umas 5 quadras da escola) . Entrei, comprei um café e fui pra sala.

A aula consistia em desenhar em pouquíssimo tempo (cronometrado) uma modelo nua que alternava entre poses variadas. A modelo era estranha,  magrela e com vários hematomas nas pernas, aparentemente a lei maria da penha não vingou em SP. Nunca tinha feito uma aula assim, com exceção de umas aulas migué na faculdade em que a Mariliona posava pra gente (de roupa graças a deus). Gostei da experiência, é como um tratamento de choque para aprender a desenhar. Fazer uma pose em 15 segundos é desafiador pra caramba (ainda mais na situação em que eu estava,  hah).  Tive uma clarividência (gírias junior) e consegui usar o tal do lapis manteigográfico. Ele funciona bem para traços grandes em papel jornal.  Percebam como os desenhos foram piorando conforme o contínuo do espaço-tempo(!) para fazer cada um ia diminuindo.

No final da aula entreguei o melhorzinho, vi os desenhos do professor, me senti humilhado. Para me consolar ele disse que eu tenho um traço bom, só preciso de mais treino. Fui pra casa. Isso era umas duas da tarde. Consegui dormir as 17 hs.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em variados

5 Respostas para “Finaleira da semana

  1. anaflauvia

    se eu soubesse que tu ia ter um blog tão engraçado, te mandava embora antes!

  2. Neto

    Ainda bem que tu não tá na competição do mineiro e do barbosa pelo melhor blog =P
    (flamer)

  3. se fosse pelo blog mais parado eles ganhavam hahahah

  4. Lagostinha

    que tipo de idiota fuma ob? eu hein, é cada doido…

  5. João

    Demais, tenho pouca experiência com blogs, mas o teu é o mais engraçado.

    Seguinte Caxias, to em sampa, vamos tomar uma cerva. Vou te apresentar pro creme de la creme de Sampa. Solidão que nada!

    No sábado rola um cadeirante no UMF bora?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s