pratica diária

Modelo vivo, quase vivo, pessoas vivas em fotos (acho que tem uma ali que ja deve ter morrido pq a foto parece de 1920).

Aaaaah o papel, saudades de desenhar no papel, sem ctrl z, sem ctr t, apenas o grafite deslizando e formas surgindo.

Dizia o Avelino (http://ave-lino.blogspot.com.br/), professor da melies, que o traço do artista deve ser leve,  decidido e preciso como se fosse o traço da assinatura.

 

praticando_17_02

Percebe-se que um artista é experiente quando você vê que um desenho se tornou expressivo e dinâmico sem muito esforço, sintetizando a forma em menos movimentos. Nesse sentido, aquele de 11 min,  o ultimo que eu fiz hj,  é o único que eu gostei.  Os outros não me agradam. Muito trabalho pela frente ainda. Muito o que treinar.

edit:

da pra entender esse negocio de maturidade do traço comparando meus desenhos de 6 min com os de 1 min do avelino. Com 3 ou 4 passadas de lapis ele sugere uma tridimensionalidade consistente, um controle de formas e volumes muito superior.

 

DSC05539

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em concept/esboço, ilustração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s